A tarefa escolar nem sempre é algo que as crianças fazem com empolgação. Contudo, na educação dos filhos,  mais do que acompanhá-los nessa atividade, é importante tornar esse momento agradável, ainda que o esforço faça parte da atividade. Não é novidade para pais, mães e educadores, a grande variedade de distrações que roubam a atenção dos pequenos. Preparamos, então, 7 dicas que podem  ajudar nessa empreitada de tornar prazeroso o momento da tarefa escolar

Determine um local para seu filho fazer a tarefa escolar

Para educação dos filhos é importante que tenha um espaço próprio destinado a esse momento. Seja no quarto ou no escritório, prepare um local adequado e confortável. Apesar da seriedade do momento – estudar é coisa séria! – esse espaço pode ser divertido e lúdico. As cores ajudam a tirar o peso da tarefa e deixam o ambiente mais alegre. Então, experimente usar o colorido dos próprios materiais escolares (lápis de cor, borracha, apontador, giz de cera) como decoração. Distribua esses materiais em recipientes, que também podem ser coloridos ou estampados – de acordo com as preferências do seu filho –, e coloque-os sobre a mesa de estudos. No entanto, cuide para não colocar outro tipo de objeto (brinquedos ou eletrônicos) que possam distrair a atenção da criança.  Uma iluminação adequada também é importante para ajudar no desempenho da criança e para que ela não force de maneira desnecessária a visão. Se for necessário, providencie um abajur ou luminária.

Estabeleça um horário para a tarefa escolar

O estudo faz parte não apenas da rotina diária do seu filho, mas  da sua também. O horário das tarefas precisa, portanto, estar adequado  aos seus horários para que você possa acompanhar de perto esse momento. Após determinar qual o melhor horário para se dedicar às tarefas escolares, siga-o rigorosamente.

Não exija, participe desse momento

Apenas cobrar que a criança faça a tarefa pode causar a impressão de que se trata de algo chato e isso pode não colaborar na educação dos filhos. Pelo contrário, com a sua participação pode se tornar um momento interessante e até divertido. Permita que o tempo da tarefa escolar seja mais uma oportunidade de interação entre você e seu filho. Ao longo do tempo e da maturidade da criança, é desejável que seja dada autonomia e independência ao pequeno estudante, de modo que a sua parte seja apenas tirar uma dúvida ou outra e supervisionar a tarefa. A proximidade deve ser um caminho para tornar seu filho cada vez mais seguro para fazer as tarefas de forma individual, dependendo apenas da sua avaliação final a cada dia.

Seja criativo para explicar a matemática

Soma, adição, subtração ou multiplicação nem sempre é fácil para a criança compreender. Que tal contar com a ajuda de brinquedos pedagógicos? Você pode encontrar esses materiais em grandes livrarias. Além disso, é possível também junto com seu filho criar esses brinquedos aproveitando coisas que você tenha em casa. Para isso, faça uma procura na internet. Pesquise no Pinterest ou mesmo nos sites de busca “como criar materiais pedagógicos em casa” – são infinitas as opções. As crianças gostam muito dessa atividade e isso, certamente, será um grande estímulo no aprendizado. Deixe a criatividade aflorar e esse momento será marcante para vocês. Procure também “como ensinar matemática para meu filho”. Você vai se surpreender com tantos vídeos e dicas.

Não dê a resposta pronta

Na pressa de resolver tudo rapidamente, alguns pais dão a resposta pronta para o filho. Isso não é bom, pois acaba comprometendo a compreensão da criança a respeito daquilo que ela está estudando. Além do mais, pode deixá-la com preguiça de resolver e criar nela o hábito de sempre esperar pela resposta, ao invés de raciocinar.  A presença dos pais no momento das tarefas escolares deve ser instrutiva, ou seja, o pai e a mãe devem explicar os pontos em que a criança tem dificuldade ao mesmo tempo em que a conduz para o raciocínio.

Peça para teu filho te ensinar a matéria

Pedir para a criança explicar o que está aprendendo, além de ajudá-la a memorizar pode servir de estímulo para o estudo. O desejo de demonstrar que está aprendendo fará com que ele se dedique mais e com maior prazer. Além disso, para a criança, ter o pai ou a mãe ouvindo o que ela tem a ensinar deixa nela a compreensão de que seus pais dão importância à sua vida escolar. Aproveite, então, e incentive esse hábito com seus filhos. Ao fim de cada atividade ou de toda a tarefa, peça que ele te explique o que aprendeu e ouça com bastante atenção. Faça perguntas a respeito, demonstrando interesse pelo que ele te explica.

Se necessário, faça intervalo

Caso o volume de tarefa seja grande, faça intervalos breves para que seu pequeno possa descansar um pouco. Que tal nesses intervalos fazer um lanchinho? Afinal, com fome ninguém consegue se concentrar nos estudos.

Gostou das dicas? Compartilhe com outros pais, mães e educadores!

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here