como-escolher-a-escola

A escola é considerada “um braço” de apoio dos pais quando o assunto é educação e formação dos filhos e saber como escolher a escola dos filhos é um grande desafio. Além de todas as matérias didáticas, ao longo do processo de aprendizagem as crianças absorvem códigos morais, regras e um jeito todo especial de viver a vida, lidar com problemas, com as alegrias, com os relacionamentos… Como elas passam uma parte considerável do tempo no ambiente escolar, é natural que internalizem os valores que a instituição se propõe a transmitir. Por isso, se faz tão importante o processo que se inicia no como escolher a escola dos filhos, porque os pais devem observar isso antes mesmo de tomarem a decisão da matrícula.

A formação dos valores na pessoa é objeto de muitos estudos no ambiente acadêmico, mas já se sabe que ela acontece de modo mais acentuado na primeira e segunda infância. Ou seja, estamos falando tem um período intenso em que a criança está se acomodando, adaptando ao mundo, aprendendo não apenas as disciplinas, mas a relacionar-se com os outros e com o meio em que vive. Tudo isso será vivido a partir dos valores que são formados.

A confusão gerada por dois ambientes contrários

As crianças ficam no colégio metade do dia, ou até mesmo praticamente o dia inteiro, no caso do ensino integral. Um professor, por exemplo, que queira transmitir para o seu filho um valor contrário do que é ensinado a ele em casa, terá uma forte influência sobre todos os alunos. E isso pode confundir bastante a cabeça deles. Neste contexto “contraditório” a criança passa pelo desafio de ser uma em casa e outra na escola ou vice-versa.

Leia também – 7 dicas para tornar prazeroso o momento da tarefa escolar

A escola deve viver o que prega como valores

O ideal é que o ambiente escolar seja uma continuidade de valores e princípios ensinados pelos pais. Observe quais são os valores pregados pelo colégio, e como é feita a formação dos funcionários. Uma escola deve ser parceira dos pais para unir forças na tarefa da educação. Isso fortalecerá em seu filho, ao longo de todos os anos de desenvolvimento, uma sólida base de valores que ele levará para toda a vida.

Educar e formar dentro de casa: resguardar o seu filho

Mesmo com o papel importante do colégio, cada família deve ser o lugar de maior acolhimento da criança, o lugar de maior segurança, o centro de valores, transmissão da fé e virtudes. A escola não substitui o papel dos pais. Os dois se complementam.
Diante disso devemos pensar não somente na grade de estudos, mas em como escolher a escola que seja conivente com a educação aplicada dentro do lar.

Os pais devem se formar constantemente

Diante de tantos desafios, procure a sua formação continuada. Isso às vezes pode acontecer com uma simples conversa em família e também por meio de  livros, seminários e palestras.

Passar tempo com os filhos

Mais do que qualquer outra coisa, é importante dedicar tempo para estar com os filhos. Sem pressa, sem distrações ou outras preocupações. O convívio entre os pais e os filhos já é, por si só, uma experiência educativa, além de ser tarefa insubstituível e imprescindível para que a criança tenha um referencial seguro de maturidade a se espelhar. Isso só vai colaborar com a parte que cabe à escola na formação da pessoa.

 

Gostou? Compartilhe!

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here