colégio-católico

Quando se pensa na instrução educacional dos filhos é importante ponderar a qualidade da educação a que eles serão submetidos. Como cristãos, é preciso garantir que nossas crianças recebam uma educação condizente com a fé que professamos e com os valores que adotamos – tanto humanos quanto espirituais. Um colégio católico pode ser esse auxílio na missão dos pais, que são os primeiros responsáveis pela formação dos filhos.

É fato que as experiências com as quais as crianças se deparam na rotina escolar deixam marcas e interferem em suas vidas profundamente. Um colégio católico tem o compromisso de praticar e ensinar valores cristãos, preferencialmente que estejam em consonância com o exemplo e o que é vivido no ambiente doméstico.

O que se espera dos futuros profissionais no mercado de trabalho?

Mais do que o domínio de tecnologias, idiomas, ferramentas técnicas e outras habilidades – que são fundamentais, claro! –, o mercado de trabalho aguarda profissionais que tenham valores éticos e morais, algo de inegável importância. Na atual sociedade, infelizmente, muitos parecem ter deixado de lado essa consciência moral, basta observarmos o cenário e o histórico político em que vivemos – mergulhado na corrupção – para constatarmos isso.

Além disso, os profissionais do futuro precisam ter inteligência emocional para saber lidar com os desafios próprios de um ambiente corporativo e a dinâmica dos relacionamentos. “As pessoas são contratadas pelas suas habilidades técnicas, mas são demitidas pelos seus comportamentos”, apontou Peter Drucker, um importante consultor administrativo, considerado o pai da administração moderna.

Podemos nos perguntar o que um colégio católico tem a ver com essa perspectiva. Se analisarmos profundamente, encontramos uma ligação muito grande entre todas essas questões.

Verdade, honestidade, disponibilidade em ajudar o próximo, a proatividade e o respeito são valores genuinamente cristãos, além de tantos outros. O que estamos dizendo aqui é que investir numa educação excelente e dentro da perspectiva cristã agrega pontos que fazem parte da natureza da religião, oferecendo um alicerce que pode desenvolver a pessoa em todas as suas faculdades mentais.

O reconhecimento da importância e da necessidade dos estudos, bem como a valorização do trabalho – como missão pessoal de cada um – são também algumas das sementes que um colégio católico cultiva em seus alunos.

A missão do colégio católico na formação da pessoa

A Congregação para a Educação Católica, um organismo da Igreja Católica, orienta que um colégio católico deve, de fato, assegurar um ensino que resguarde o valor da pessoa humana em sua sacralidade. “A escola participa nesta missão como verdadeiro sujeito eclesial, com o serviço educativo, vivificado pela verdade do Evangelho. Ela, de fato, fiel à sua vocação, apresenta-se como lugar de educação integral da pessoa humana através de um claro projeto educativo que tem o seu fundamento em Cristo, orientado para realizar uma síntese entre fé, cultura e vida” (Documento para os Seminários e as Instituições de Estudo: Educar juntos na escola católica missão partilhada de pessoas consagradas e fiéis leigos).

Um colégio católico é para os pais um valoroso auxílio na sua missão de orientar os filhos para serem bons cristãos, para que tenham a oportunidade de transformar nossa sociedade tornando-a mais humana, mais justa e tolerante. Uma educação católica pode formar cidadãos conscientes do que somos e de para onde vamos.

Leia também: A escola católica é uma escola antiquada?

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here