A escola perfeita existe?

Certamente, a grande maioria dos pais, quando vê seus pequenos chegarem à idade escolar, procura uma escola que seja ideal para seus filhos. Você já parou para pensar em quais são os atributos que compõem uma escola perfeita? Ensino de qualidade e personalizado, educação reconhecida internacionalmente e bom atendimento estariam na lista? Formação integral – valores, virtudes, educação católica –, proposta bilíngue? Para ser a escola perfeita, também precisa ter a preparação para o vestibular como uma das prioridades? Pois bem, os pais que buscam o Colégio Everest costumam trazer estes e outros anseios quando chegam para conhecer a instituição. Se você se encontra nessa busca, é importante pensar nesta lista de características, no que considera importante para sua família quando o assunto é educação formal. A escola perfeita pode existir, mas depende também das aspirações de do que cada contexto familiar traz e, sobretudo, o perfil das crianças.

Um princípio da escola perfeita

Adriana Lopez é mãe da Giovanna, que cursa o 7º ano, e do Gabriel que já está se preparando para o vestibular, no 2º ano do Ensino Médio. Para ela, a escola perfeita precisa ter algo indispensável: valores compatíveis com os de sua família. “Quando tivemos nosso primeiro filho, tínhamos como preocupação inicial propiciar uma excelente formação acadêmica. Mas só isso não basta, pois como pais sabemos que são vários os fatores e elementos necessários para que crianças possam formar um juízo de valor e termos a certeza de que a escolha tenha sido certa. Assim, além da formação acadêmica, esta deve ser dada em um ambiente saudável e compatível com os valores da família”.

Este era o mesmo desejo de Denise Wellner, mãe de Rafael, 16 anos – um dos alunos mais antigos da escola –, que desde os 2 anos estuda no Colégio Everest de Curitiba. “Em 2005 escolhemos o colégio Everest porque era a única escola de Curitiba que apresentava um programa de valores humanos de acordo com os nossos valores, unindo a questão bilíngue e a educação católica. Mas, para nós, o mais importante era passarmos valores humanos, já que hoje no mundo está tudo tão deturpado.”

Rafael, filho de Denise, é conhecido por todos por seu jeito educado e responsável. É o que nos conta sua mãe: “Eu sou muito feliz porque meu filho tem uma formação de valores fora de série. Ele é muito admirado e elogiado, como um adolescente extremamente disciplinado e responsável. Lógico, é um menino que fala besteira e apronta, mas tudo dentro dos valores que pregamos em nossa família.”

Formação integral, eis o segredo

Quando os pais procuram por uma escola perfeita,  buscam, na verdade, a possibilidade de uma educação que integre não somente a parte acadêmica e social, mas sobretudo espiritual, moral e intelectual. Adriana entendeu que para que a formação fosse completa, deveria haver um elo: família + escola (formação pedagógica) + formação espiritual. “Esta é exatamente a proposta que o Everest oferece. Quando nos questionam a respeito de escola ideal, respondemos que a escolha deve ser pautada em uma proposta de formação integral para as crianças, tratando-as com acompanhamento personalizado a fim de que tornem-se adultos com capacidade de fazer a diferença.”

E ainda testemunha sua gratidão e satisfação. “A oportunidade de poder manter nossos filhos Gabriel e Giovanna no Colégio Everest tem se mostrado não só como a melhor escolha para eles, mas a única que seria possível para atender nossas expectativas. A cada dia mais colhemos os resultados positivos pela escolha da escola”, reforça. 

Ideal para a vida e para a universidade

Denise e Adriana estão com seus filhos à caminho da universidade. A preocupação é acerca de uma preparação eficaz e eficiente para um ambiente tão competitivo. Adriana comenta como se sente segura quanto à escolha do Everest para preparar seus filhos para a vida adulta. “Nós estamos muito tranquilos e seguros de que fizemos a escolha certa para prepará-lo, não só para o vestibular, como para qualquer outra opção que ele deseje, inclusive no exterior. Hoje, olhando meu filho, vejo que além da formação acadêmica completa, ele possui uma excelente formação humana. Ao mesmo tempo que vem a ansiedade, ela vai embora pela segurança de que terá êxito no que desejar.”

Denise está certa de que Rafael está pronto para enfrentar as provas de vestibular com sucesso. “Ele está chegando no tempo de ir para a faculdade e eu posso dizer que estou 100% satisfeita por aquilo que o Everest fez na educação do meu filho. Está saindo do colégio falando o português, o espanhol e o inglês, mostrando resultados muito bons. Os alunos estão fazendo as provas e quase todos já passaram no 2º ano do ensino médio”.

A escolha de uma escola perfeita se enquadra, sobretudo, quando se pensa num modelo que faça a conexão do desenvolvimento intelectual e humano: que coloca a pessoa disposta e disponível para servir e transformar o mundo. Desde a consciência ambiental, de aprender sobre jogar lixo no lixo, ser honesto e verdadeiro ao modo como – depois de adulto – o aluno vá exercer o cargo de gestão numa grande empresa com eficiência e responsabilidade, ou qualquer outra escolha que vier a fazer, respeitando as diferenças e aprendendo a extrair o melhor de si e dos que estão ao seu redor.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here