Como o exercício das virtudes pode ajudar no combate ao bullying?

Virtudes no combate ao bullying? Acredite! Este pode ser um percurso feliz e de superação. Quem, infelizmente, já sentiu na pele o drama de ser vítima de bullying compreende. É, portanto, muito importante de se abordar o tema e buscar ações de enfrentamento. Este assunto também costuma ser uma preocupação para os pais, uma vez que, para defenderem seus filhos, os recursos podem não ser tão claros e nem estarem  à disposição de maneira simples e eficaz.

No Colégio Everest, as virtudes no combate ao bullying fazem parte de um programa que visa formar integralmente os alunos. Trata-se de um itinerário, um caminho.  Em outras palavras: todos os alunos são colocados – cada um à sua maneira e respeitando seus limites de maturidade – para serem fortalecidos emocionalmente e capazes de reagir positivamente. O ideal que está por trás disso é a construção de um ambiente saudável para as relações e o aprendizado.

Confira a entrevista que preparamos com a pedagoga e teóloga Adriane Bueno Baggio. Ela é supervisora do programa de virtudes no Colégio Everest de Curitiba.

1. Por que as virtudes são importantes no combate ao bullying?

Adriane: Porque uma vida virtuosa capacita a criança ao respeito, a relações livres e a não aceitar situações que a oprimem. A prática das virtudes como a gratidão, a humildade, a obediência, compreensão e o perdão é essencial. Elas ajudam a não retribuir uma falta de amor da mesma maneira. Por exemplo, auxilia a colocar-se no lugar do outro. Tudo isso é muito importante quando estamos falando sobre o combate ao bullying.

Uma virtude que nos ajuda muito nessa percepção é a virtude da constância. Esta virtude nos conduz a fazer o que for necessário para alcançar as metas a que nos propomos, apesar das dificuldades externas e internas. Somos capazes de caminhar mesmo diante da diminuição da motivação pessoal pelo tempo transcorrido.

2. De forma prática, quais as virtudes mais importantes para se trabalhar com crianças vítimas de bullying?

Adriane: Uma das virtudes mais importantes de se trabalhar com as crianças vítimas de bullying é a lealdade, pois leva a pessoa a superar as dificuldades, sejam elas externas ou internas, aos contratempos – resistindo ao desânimo – e a não se acovardar diante dos desafios. A lealdade – neste itinerário de combate ao bullying – praticada pelas pessoas gera confiança e auxilia na conservação da amizade, e assim não serão aceitas atitudes que não convêm com uma verdadeira amizade.

3. Como podemos ajudar as crianças que praticam o bullying?

Adriane: Para as crianças que praticam o bullying, é importante resgatar com elas a vivência de muitas outras virtudes. São elas: amizade, sinceridade, gratidão, obediência, honestidade, disciplina. Algumas, no entanto, merecem destaque: a dignidade, disciplina, beneficência (contrário de maledicência) e a maior de todas, a caridade.  Deste modo, quando falamos em dignidade, ressaltamos o respeito pelas pessoas como seres únicos. Assim, reconhecemos que cada um possui inteligência, vontade, liberdade e capacidade de amar. Descobrimos, então, o valor próprio e dos demais.

4. Por que a virtude da disciplina, benedicência e caridade são tão importantes no processo das relações interpessoais?

Adriane: Ao abordar a virtude da disciplina, apontamos para um elemento formativo, um caminho para a liberdade, pois graças a ele podemos controlar nosso comportamento. Ou seja, somos capazes de conduzir nossa própria vida e conquistar a disposição necessária para cumprir a missão para a qual fomos criados.

Na virtude da benedicência, a essência é a busca em difundir o bem pelos demais. Significa valorizar suas qualidades, assinalando suas virtudes, destacando seus acertos e qualidades. Então,  a virtude da caridade dá sentido a todas as demais virtudes, é a forma, o fundamento, a raiz. A caridade é e a mãe de todas as virtudes.

Sem a caridade – que é o mesmo nome do amor – não há virtude autêntica. O amor nos conduz aos outros sem exceção, como a nós mesmos, buscando constantemente o bem do pensamento, das atitudes, das palavras e das ações.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here