Motivos para você matricular seu filho em uma escola integral

Muitas famílias ainda têm dúvidas sobre matricular o filho numa escola no período integral. É inegável que a realidade das famílias mudou muito ao longo dos anos, o que tem impactado profundamente na educação dos filhos. Antes, o mais comum era o pai sair para trabalhar fora enquanto a mãe ficava em casa para cuidar das crianças. Atualmente, o cenário mudou e as mães também trabalham fora, seja por necessidade ou por opção, e os avós nem sempre podem contribuir cuidando dos netos no período em que eles não estão na escola. Uma opção que surgiu para ajudar nesta dinâmica foi a escola integral.

Sabemos que são muitos os questionamentos. Pensando nisso, vamos responder a algumas perguntas que surgem na mente dos pais quando o assunto é a escola integral.

O dia inteiro na escola faz bem?

É comum que os pais se sintam culpados por ter que deixar os filhos na escola integral e, com isso, passar pouco tempo em casa com eles. Contudo, especialistas em educação infantil esclarecem que quando se fala em tempo dedicado aos filhos, é importante manter o foco na qualidade e, não necessariamente, na quantidade. O psicólogo e pai Alex Marcondes, procura reafirmar essa ideia para as famílias que ele orienta. “Valorize  o tempo dedicado aos filhos, para que eles sejam marcantes e gerem bons frutos”, recomenda.

A escola integral oferece uma ampla oportunidade de crescimento para as crianças. Além de organizar a rotina de estudos, numa escola integral o aluno recebe orientação pedagógica para melhorar a concentração e assim assimilar melhor o conteúdo das matérias. Resultado: seu filho aprenderá melhor.

Outro benefício da escola integral é a oportunidade de a criança desenvolver melhor o hábito do estudo.

O que a criança faz o dia todo na escola?

Não se preocupe, o seu filho não vai passar o dia todo dentro de uma sala, estudando. Há momentos de lazer, ludicidade, descanso, mudanças de ambiente. Tudo para transformar a experiência escolar agradável e produtiva. Há, também, escolas que reservam um tempo do dia para ofertar atividades extracurriculares e culturais: dança, balé, aula de música, artes marciais, artesanato, teatro, informática, literatura, etc.

Além disso, existe o horário reservado para a prática de atividades esportivas, que são importantes para a saúde e contribuem para a qualidade de vida física, mental, emocional e social. O esporte ensina as crianças o respeito e a superarem seus limites.

Essa diversidade de atividades permite ao aluno ampliar seu universo, além de contribuir para desenvolver suas habilidades e talentos.

É importante salientar, no entanto, que o ensino integral vai além do modelo de contraturno, por exemplo. Não se trata, apenas, de fornecer atividades aleatórias que vão preencher o dia da criança, mas de uma proposta de formação integral. A partir da dinâmica vivida no ordinário da escola, das mudanças de ambiente, da proposta de educação e o desenvolvimento das virtudes. Por isso, é tão importante que você conheça a escola que pretende matricular o seu filho: ela precisa estar de acordo com os seus valores, pois participará ativamente da formação dele.

Se a proposta da escola for ensino integral e bilíngue, a combinação pode ser, tecnicamente, perfeita! Diferentemente de uma escola tradicional que ofereça no currículo aulas de idiomas, a proposta bilíngue busca, por meio de imersão, muito mais do que proficiência na língua. Conteúdo e linguagem são interligados!

Valores: por que é importante que a escola dos meus filhos tenha os mesmos valores que eu?

Crianças que passam o dia na escola não brincam?

Brincam! Uma escola integral procura oferecer um espaço agradável e lúdico para o bem estar das crianças e, principalmente, para que elas aprendam também brincando. Sim, as brincadeiras podem ser aproveitadas como ferramentas de aprendizagem. Há estudos que relacionam o “brincar” com o desenvolvimento saudável do cérebro e a apreensão de conhecimento. A dimensão da socialização também pode ser explorada de forma muito benéfica neste formato.

É desejável – sobretudo no ensino integral – que a escola possua um plano pedagógico que procure olhar individualmente para cada criança, respeitando seus limites e desenvolvendo suas habilidades. Este tópico é importante de ser observado pelos responsáveis pela criança na hora de decidir onde matricular os filhos.  Enfim, são muitos os benefícios para as crianças e também para as famílias que podem trabalhar com tranquilidade enquanto seus filhos aprendem e se divertem!

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here