Como reduzir a distância entre você e o seu filho

Com o passar dos anos fica cada vez mais difícil se fazer presente na vida dos filhos, principalmente quando os pais precisam passar muitas horas fora de casa, devido ao trabalho, a outros compromissos e ao horário escolar das crianças. Também tem sido comum os filhos, quando entram na adolescência, buscarem isolar-se dos seus familiares aumentando ainda mais esse distanciamento.

Instintivamente pode surgir um sentimento de culpa por não estar tão perto do filho como gostaria. Um dos questionamentos que mais atormenta uma mãe que trabalha fora é “como ser uma mãe mais presente?”. Se você também está passando por isso, acompanhe cinco passos para reduzir a distância entre você e seu filho.

Brinque com seu filho

É comum ouvir o pai ou a mãe dizendo para seu filho: adulto não brinca, só trabalha! É preciso quebrar esse paradigma. Adulto pode e deve, sim, brincar. Além de garantir uma aproximação com seu filho, isso ajuda a descansar a mente do trabalho e dos problemas. Procure fazer uma brincadeira diferente sempre que possível: montar um quebra-cabeça, jogar dominó, mímica, brincar de bola, andar de patins. Enfim, seja criativo e aproveite os brinquedos que a criança mais gosta para ter um momento bem divertido com ela.

Faça passeios diferentes

Procure levar seu filho para passear em lugares que vocês não costumam ir, de preferência a céu aberto. Levo-o a parques e praças que ele ainda não conhece. Deixe-o pisar na grama descalço. Prepare um piquenique. Fugir da rotina ajuda a criar bons momentos de interação.

Leiam juntos

Seja no horário de ir para cama ou em qualquer outro momento do dia, aproveite para ler um livro com seu filho. Perceba que tipo de história ele tem interesse para deixar esse momento mais interessante. E que tal presenteá-lo com um livro ou um gibi novo?! Vai ser super estimulante.

Façam pelo menos uma refeição juntos

Procure deixar uma refeição do dia para ser feita com toda a família. Seja o café da manhã, o almoço ou o jantar, o importante é deixar esse momento à mesa para conversarem sobre assuntos em comum. Não tenha pressa.

Não economize abraço, beijo e colo

A maioria das crianças adoram abraços e beijos. Elas são naturalmente carinhosas. Então, abrace-o muito, beijo-o e dê muito colo. Isso é muito importante para seu filho sentir-se amado e querido. Contudo, se ele já estiver naquela fase da adolescência que evita o contato físico com os pais, tenha um pouco de cautela e procure, aos poucos, fazer esse contato físico. Um dia um rápido cafuné, no outro um beijo ao se cumprimentarem, e logo espontaneamente eles buscarão por um abraço.

A educação dos filhos nos dias atuais exige um equilíbrio entre trabalho e tempo livro. O importante é saber aproveitar intensamente cada momento junto do seu filho. Saiba usar esse tempo com qualidade, ou seja, dedicação.

Quando seu filho perceber que você tem interesse pelo bem estar dele, também ele terá interesse em estar contigo. E, assim, o sofrimento pelo distanciamento ocasionado pelos compromissos dará espaço para a alegria de estarem juntos sempre que possível. E mais do que isso, responder à pergunta “como ser uma mãe mais presente” já não será tão difícil.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here