O que acontece no pós-parto?
O que acontece no pós-parto?

O corpo da mulher se transforma para receber seu bebê. Até mesmo um novo órgão, a placenta, é desenvolvido para atender as necessidades do pequeno. Mas, depois do parto, o que acontece com o corpo da mãe? Quais as mudanças? Muitas acabam abalando a autoestima da mulher, mas são normais e fazem parte de todo o processo de gerar uma vida.

Veja algumas delas:
  • Fracidez: 

É um dos fatores que mais deixam as mães chateadas e com baixa autoestima. A barriga, os seios e até o bumbum não são mais como antes. A flacidez é a consequência da transformação do corpo para permitir que o feto se desenvolva. Mas, se incomoda muito a mulher, é possível ser diminuída com exercícios físicos e tratamentos estéticos.

Muitas também ficam angustiadas com a barriga: ela não fica como era antes rapidamente, pois o tempo de recuperação depende da musculatura que a mulher tinha antes da gestação. Além disso, o próprio útero também não volta ao normal imediatamente, só após mais ou menos um mês. A cinta pode ser uma opção para acelerar o processo e ajudar a recuperar o físico de antes.

O que acontece no pós-parto?

  • Eliminação de lóquios:

Pela vagina, sai uma secreção com sangue, muco e tecidos provenientes do útero. O fluxo diminui de intensidade com o tempo e geralmente dura até três meses. Algumas mulheres ficam receosas com os lóquios, mas é normal e não depende do tipo de parto realizado. Se estiver amamentando, a produção de ocitocina, que provoca as contrações uterinas e estimula a secreção do leite, acelera a finalização desse fluxo.

Na primeira fase, logo após o parto, o sangue é de um vermelho vivo e pode conter pequenos coágulos. Na segunda fase, o revestimento do útero se solta e os lóquios mudam a tonalidade para o rosado ou acastanhado. Já no final da eliminação, o fluxo é amarelado, quase incolor e diminui de intensidade. É preciso dar o tempo do corpo se recuperar de todas as transformações durante os nove meses!

O que acontece no pós-parto?

  • Seios inchados e sensíveis:

Nos primeiros dias após o parto, os seios dobram de volume como preparação para o aleitamento materno. Um seio pode até ficar maior do que o outro, o que também é normal, pois significa que um deles é mais estimulado a produzir leite do que o outro. Por isso, os especialistas indicam que a mãe amamente de forma alternada. Antes dessa ‘iniciação’, eles alimentavam o bebê com colostro ou pré-leite, em pequena quantidade.

  • ‘Explosão emocional’:

É normal que a mulher tenha uma mistura de sentimentos no pós-parto. Isso acontece por conta das inúmeras alterações hormonais. A mãe oscila entre tristeza e preocupação, culpa e vergonha, a uma alegria e vínculo imediato com o bebê, em um laço formado com ele ainda dentro de sua barriga.

O que acontece no pós-parto?

  • Queda de cabelos: 

Durante a gestação, o aumento dos hormônios fazem com que o cabelo de algumas mulheres fiquem mais grossos e caiam menos. Mas, toda essa preservação capilar muda após no pós-parto e os cabelos caem nos primeiros meses ou após o desmame. As madeixas podem ficar com a aparência frágil e ressecada. Um dos motivos é que o corpo foca suas energias em produzir o leite e proteger a saúde da mãe.

O que acontece no pós-parto?

  • Pele:

A gestação também provoca alterações na pele da mulher. Ela pode ter acne, erupções, algumas manchas e até aumento de pelos. No pós-parto, a pele costuma ficar mais seca e as manchas diminuem. As estrias, que aparecem em grande quantidade em diversas mulheres, também ficam mais ‘brandas’ e clareiam com a perda de peso, embora sejam definitivas. Ter alguns cuidados com a pele durante a gestação pode prevenir tudo isso!

O corpo da mãe foi capaz de se adaptar para gerar uma vida e todas essas “consequências” são resultado de um processo incrível da natureza. Por isso, não fique triste ou com baixa autoestima, afinal, um bebê lindo nasceu do seu ventre!

Foto: Reprodução/ Internet

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here